Melhoramento Genético

Saiba mais sobre o Programa Matinha

Programa Matinha

O objetivo do Programa Matinha é desenvolver e produzir genética capaz de maximizar a produção de carne de qualidade, com os melhores custos benefício. Este objetivo pode ser visualizado através da escultura de cinco pedras, onde o equilíbrio entre elas é fundamental. Cada pedra representa um componente do objetivo de seleção: reprodução, ganho em peso, consumo alimentar, carcaça, e temperamento. Como não poderia deixar de ser, a escultura está apoiada em base sólida, constituída por quatro características necessárias e fundamentais para suportar qualquer programa de melhoramento: padrão racial, aprumos,estrutura óssea, e pigmentação.

Nosso programa consiste da seleção com base em avaliações objetivas, de detalhado controle de acasalamentos visando maximizar o genótipo agregado das futuras gerações, mantendo controladas as taxas de endogamia.

Reprodução

Na Matinha a reprodução é enfocada em dois aspectos: início e periodicidade da atividade reprodutiva. Os critérios adotados para a componente reprodução são:

  • Dar preferência à novilhotas que concebem com até 17 meses de idade;
  • Dar preferência à vacas e novilhas que parem mais cedo;
  • Eliminar fêmeas vazias ao final da estação de monta;
  • Dar preferência para os tourinhos que mostraram boa qualidade de sêmen mais cedo;
  • Utilizar touros com altas DEPs para perímetro escrotal aos 12 meses de idade.

Todas as novilhotas da Matinha são desafiadas durante as estações de monta (14 meses). Nos últimos anos as taxas de concepção ultrapassaram 80%. Estas fêmeas super precoces reduzem em um ano o ciclo de produção do rebanho.

Ganho em peso

Este componente está associado à velocidade de crescimento e ganho em peso dos nossos animais até 15 meses de idade. Os animais são classificados para peso à desmama, peso ao ano e peso ao sobreano em cada grupo contemporâneo.

Eficiência alimentar

Ainda pouco trabalhada devido à complexidade e o alto custo para medir o consumo animal, a eficiência alimentar tem enorme impacto econômico no negócio pecuário. Devido a possibilidade de antagonismos genéticos com características tradicionais, na Matinha a classificação dos animais é feita por níveis independentes, levando-se em consideração seus desempenhos para as outras características integrantes do processo de seleção.

Qualidade de carcaça

Este componente está associado ao elevado rendimento e a cobertura adiposa da carcaça. O critério adotado é a classificação dos animais aos 16 meses de idade através da medição da área de olho lombo, espessura de gordura na 12ª costela e P8 (picanha) por meio de ultrassonografia.

Temperamento

A importância do temperamento está associada à segurança e menor número de vaqueiros trabalhando, menor tempo gasto no manejo, menor custo de manutenção da estrutura, maior eficiência na inseminação artificial, menores contusões no manejo pré-abate. A classificação para seleção do componente temperamento é obtida através da avaliação subjetiva de todos os animais, quando da desmama.


Caminhos da Seleção

Conheça um pouco mais sobre os caminhos da seleção do rebanho da Matinha através do fluxograma: